Exercício do João-Teimoso

Sentar no chão, sobre os pés, deixando entre as pernas uma distancia de 3 a 4 punhos fechados. Colocar o dedão do pé esquerdo sobre a planta do pé direito. Apoiar as mãos sobre os joelhos, mantendo a coluna ereta, como um pilar. Inclinar o tronco a 40° de um lado para o outro. Antes de iniciar esse movimento de pendulo, ficamos eretos, encolhendo e soltando o abdômen. Contraindo e relaxando. Após uns minutos, iniciar o movimento de pendulo mas continuando com o movimento de contrair e relaxar a barriga. O corpo durante esse movimento se encontrará em 3 posições distintas: meio, esquerda, meio e direita, e continua-se o ciclo. Sem paradas, o movimento é continuo e sem paradas ou arranques. Quando o corpo estiver no meio se encolhe a barriga, quando se encontra em um dos lados, esquerda ou direita, relaxamos o abdômen. Geralmente fazemos esse movimento durante 10 minutos.

A prática desse exercício é, inicialmente, um pouco difícil de ser executada, mas, feita diante de um espelho, e após um tempo o exercício vai se tornando cada vez mais fácil de ser executado.

Através desse movimento retificamos a coluna e proporcionamos a eliminação de fezes ressequidas nos intestinos, prevenindo várias doenças e distúrbios. A oscilação das costas favorece o irrigamento das veias entupidas da cabeça, estimulando o cérebro e agilizando a produção intelectual. Muitos problemas dos olhos ou do nariz são curados por esse exercício. Uma experiência positiva ocorreu com o criador da Unibiótica, que curou-se da sinusite, pela pratica desse exercício.

O seis exercícios propostos, associados à alimentação à base de verduras cruas, bem como aos banhos alternados e de ar constituem os fundamentos práticos da Unibiótica.”

Texto retirado do livro: ABC da Saúde I – Autor: Dr. Jong Suk Yum – Editora Convite do Brasil – 1988

Os grupos que fazem as aulas de unibiótica, costumam fazer outros exercícios alem dos descritos acima. Os descritos acima são a base da Unibiótica.

Gostaria de salientar que as pessoas que não conhecem a unibiótica, não tentem fazer esses exercícios sozinhas, antes de terem visto pessoalmente como se deve praticá-los. Caso você tenha interesse em fazer os exercícios para comprovar os inúmeros benefícios que eles proporcionam, recomendo que você procure um grupo de unibiótica mais próximo de você. Faça uma aula, e aprenda a execução correta dos exercícios. Por mais que o texto tenha sido claro na explicação do movimento, não se compara a demonstração dos mesmos ao vivo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s